Universidade de Portugal busca brasileiros para curso com até 100% de Bolsas, conheça mais

Imagem de Lisboa

Uma ótima notícia para quem está a procura de um curso com um preço acessível ou com bolsa com desconto de até 100%.

O Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE Executive Education), escola de negócios situada em Lisboa, capital de Portugal, em parceria com o Laiob (Latin America Institute of Business), está com um processo seletivo relâmpago de uma semana em aberto: até dia 18 de setembro, este domingo, interessados poderão se increver para participar do curso executivo de inovação e liderança na gestão de projetos, com bolsas de estudo de até 100%.

O embarque acontecerá em duas turmas em 2023, uma em maio (entre 7 e 19), com 20 vagas, e a outra em setembro (entre 3 e 15), com 30 vagas. Para maio, o ISCTE vai oferecer uma bolsa de 100%, outra de 70% e 18 de 50%. Para setembro, também serão uma bolsa integral, uma de 70% e outras 28 de 50% do valor do curso oferecido pelo institituto.

Fundado em 1972, o ISCTE é uma instituição pública de ensino universitário situada em Portugal, especialmente focada em pós-graduação e a investigação científica. Suas áreas de especialização são negócios, sociologia e políticas públicas, ciências sociais, tecnologia e arquitetura.

Como participar

O processo seletivo para fazer o curso na faculdade é feito pelo Laiob. Entre os requisitos de participação, as únicas duas regras são que o candidato esteja cursando ou que já tenha finalizado o ensino superior, além de ter 18 anos.

Para concorrer às bolsas, os candidatos devem entrar no site do Laiob e preencher o Application Form. O documento pede algumas informações básicas como dados pessoais, além de perguntas profissionais e pessoais para explicar os motivos da inscrição.

Após a avaliação dos “applications”, os aprovados na primeira fase passam por uma etapa de entrevistas via telefone ou videoconferência marcadas de forma individual. As entrevistas serão feitas entre 19 e 30 de setembro.

O resultado será divulgado em 3 de outubro para as bolsas de 100% e 70%. E para as demais oportunidades de bolsa parcial, ao longo dos dias seguintes, individualmente via e-mail.

VALORES DO CURSO:

O curso tem um valor é de um valor total é de 6.800 euros (cerca de R$ 35,8 mil). Calma, pois neste programa do Laiob todos os candidatos aprovados terão bolsas, os valores ficam assim:

  • 70%: 2.040 euros (cerca de R$ 11.640)
  • 50%: 3.400 euros (cerca de R$ 19.395)

Não estão inclusos na bolsa: passagem aérea, seguro saúde, despesas com visto e passaporte, além da taxa de matrícula (de 90 euros).

Como funciona

O curso de Inovação e Liderança na Gestão de Projetos no ISCTE tem como intuito desenvolver as habilidades de gestão de projetos do aluno, explorando as tendências para o futuro da área e oferecendo técnicas de planejamento aplicadas ao contexto da inovação.

Durante as aulas são abordadas temáticas como inovação em gestão de projetos, metodologias ágeis, design thinking, tomada de decisão, dados, entre outros. Também serão abordados temas como inteligência emocional, storytelling, liderança e gestão de conflitos e pensamento crítico.

O que está incluso na experiência

  • Curso na parte da tarde (4 horas/aula por dia);
  • Aulas de Soft Skills na parte da manhã (4 horas/aula por dia);
  • Visita às empresas da região;
  • Café da manhã (durante todo o programa);
  • Almoço nos refeitórios da universidade (durante os dias do curso);
  • Acomodação dupla (hotel e/ou dormitório da faculdade no período de 12 noites);
  • Jantar de formatura e entrega de certificados no final do curso.

 

Critérios avaliados no processo seletivo

Confira os principais critérios adotados:

  • Experiência profissional
  • Background Acadêmico
  • Experiências de vida
  • Respostas das perguntas motivacionais
  • Desempenho na entrevista

Segundo o Laiob, não serão avaliados quesitos socioeconômicos no processo seletivo.

Previous post Brasileiros poderão tirar cidadania portuguesa pela internet
Next post Portugal registra recorde de passageiros; mais de 2 mil brasileiros num único dia