Número de brasileiros deportados dos EUA em 2022 já é maior que todo o ano de 2021

Imagem web

O número de brasileiros deportados dos Estados Unidos nos primeiros seis meses de 2022 já é maior do que o registrado em 2021 inteiro.

A deportação de brasileiros que viviam nos Estados Unidos disparou em 2022. Só nos seis primeiros meses do ano, 2.221 pessoas desembarcaram no Brasil em aviões que traziam até famílias inteiras que estavam em situação irregular ou que tentaram entrar no país ilegalmente. O número já supera o do ano passado inteiro, quando 2.122 brasileiros foram expulsos dos Estados Unidos.

O número vem aumentando desde uma mudança na lei brasileira em 2019. Até então, era proibida a emissão de passaportes se o cidadão não pedisse, o que impedia a deportação de brasileiros que se recusassem a solicitar o documento.

Há três anos, o governo de Jair Bolsonaro atendeu a um pedido do então governo de Donald Trump e assinou uma portaria com novas regras. Passaram a ser autorizadas as deportações à força de brasileiros que viviam nos Estados Unidos ilegalmente. No lugar do passaporte, passou a ser necessário apenas um atestado de nacionalidade.

Desde a mudança, 68 voos com deportados já chegaram ao Brasil.

No último dia 13 de julho quarenta e cinco brasileiros deportados pelos Estados Unidos chegaram ao aeroporto de Confins, às 20h. Entre eles, estão 24 pessoas que cumpriram penas por crimes cometidos no país. É o maior número de condenados à prisão já deportados simultaneamente, em um mesmo voo, do país norte-americano ao Brasil.

Entre as causas das condenações, cujas penas já foram cumpridas nos Estados Unidos, estão os crimes de estupro, pedofilia, assalto à mão armada e tráfico de drogas.

Os outros 21 deportados são imigrantes irregulares, que foram detidos após entrarem ilegalmente no país. Todos os passageiros, sem exceção, vêm algemados, e serão entregues à Polícia Federal, que irá decidir para onde serão encaminhados.
O avião do Serviço de Imigração e Controle Alfandegário (ICE) partiu do aeroporto Pheonix-Mesa Gateway, no Arizona, às 4h, com parada em Lusiana e Georgetown, e chega a Confins às 20h desta sexta-feira (13).
Os brasileiros condenados por crimes nos Estados Unidos já cumpriram a pena e podem ser liberados ao chegarem no Brasil. Caberá à Polícia Federal averiguar se existem pendências, por parte dos infratores, com a Justiça brasileira.

Previous post Vaga de Cabeleireiro (a) – Leiria
Next post Gestor de Rede de Prestadores Clínicos – Todas as Zonas