Portugal promete acelerar 66 mil vagas para reduzir fila de imigração

Pedestres caminham pelo centro do Porto Unsplash/Vitor Camilo
e reprodução: Guiadeemprego.pt

Milhares de estrangeiros residentes em Portugal estão no limbo imigratório enquanto aguardam para regularizar a permanência no país, vemos mostrando há meses. Maior comunidade imigrante, os brasileiros também são maioria na fila.

Porém, há uma boa notícia diaante de tanta gente, depois da pressão para atender à demanda acumulada há meses ou anos, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) revelou ao blog que abrirá 66 mil vagas para atendimento ainda este mês.

As novas vagas, garantiu o SEF, atenderão a quase todas as modalidades de permanência oficial.

“No decorrer deste mês, o SEF abrirá mais 66 mil novas vagas para reagrupamento familiar concessão e renovação de título de residência, renovação de autorização por visto gold, prorrogação de permanência, concessão de título de residência da União Europeia, 2º via de documento, alteração de dados e de credenciais”, informou o órgão ao Portugal Giro.

No entanto, as novas vagas poderão ser insuficientes diante da quantidade de imigrantes à espera. O número é atualizado e ampliado mensalmente em milhares devido à chegada contínua de mais estrangeiros.

Mesmo com as vagas abertas, ainda há o gargalo do atendimento. O SEF tem recursos humanos limitados e os estrangeiros não conseguem completar o processo de agendamento.

Espera:

Somente na fila da manifestação de interesse, quando é dada entrada na residência com base em uma proposta de trabalho, há 25 mil imigrantes. E a maior parte é brasileira.

“(…) Muitas são submetidas sem os necessários documentos ou consistem em duplicações face a pedidos de outras tipologias. Ou são submetidas fora de território nacional (…) Só após a validação pelo SEF e o agendamento, existe a certeza de que corresponde a um pedido pendente”, justificou o SEF.

Desde agosto de 2021, o SEF iniciou atendimento por ordem cronológica por entrada de manifestação de interesse. Notificou 100 mil trabalhadores e, também nesse caso, a maioria é brasileira.

Ao todo, desde o início do ano, 215 mil vagas para todas as modalidades foram abertas no SEF para estrangeiros.

Somente para reagrupamento familiar, uma tipologia de visto muito procurada por brasileiros, o SEF agendou cerca de 31,5 mil pessoas.

Previous post Assistente de Loja Divertido – Lisboa
Next post Empregado de copa – Setúbal